Femdom

Selena star amador adolescente buceta

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

Milf japonesa sofia rosa nude
amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

amador adolescente buceta Selena star

Bad Gyal e Rosalia tem algumas semelhanças. Além disso, ambas adotaram um visual kitschy , misturando referências de streetwear com acessórios e unhas postiças coloridas e chamativas. A origem delas também é a mesma: Barcelona, na Catalunha. As duas ainda fazem parte da panelinha Canada, a produtora audiovisual mais cool da Espanha. El Guincho, o fiel produtor de Rosalia, também é um artista Canada e também colabora ocasionalmente com a estrela do dancehall.

Mas apesar de todos esses pontos de coincidência, elas tem ainda mais diferenças. Rosalia é um prodígio musical preparado para o estrelato desde o primeiro momento. Teve aula com Chiqui de la Linea, que aceita apenas um aluno por ano.

Tangana, e emplacar um namoro. Esse relacionamento foi o que levou ambos a outro patamar. Foi um sucesso estrondoso e C. Rosalia, que se destacou com seu vocal marcante, também assinou com uma grande gravadora. Foi muito bem recebido pela crítica e obteve bons resultados. Mas a garota queria mais: ela queria o pop stardom. E, em busca disso, foi para a Sony Music.

Foi ali que as peças começaram a se encaixar. El Guincho virou o seu produtor fiel. Enquanto Rosalia dominava o mundo através de um caminho mais tradicional, Bad Gyal, cujo nome de batismo é Alba Farelo, traçava sua trajetória de maneira mais roots. Nascida e criada num pequenino município litorâneo chamado Vilasar de Mar, ela, como todas as adolescentes locais, tinha como trilha sonora da vida o reggaeton.

A gente ia para a cidade vizinha para dançar. Aos 15 anos, descobriu o Spotify, começou a explorar a plataforma e acabou totalmente apaixonada por nomes do dancehall como Vybz Kartel, T. Impulsionada pelo sucesso, largou sua faculdade de moda, seu emprego na padaria do bairro e se mudou para o centro de Barcelona.

Enquanto o dancehall era um estilo pouco representado na Espanha, o trap local era um nicho em emergência. E foi por esse circulo que Bad Gyal foi abraçada, ajudando a introduzir nele elementos de dancehall. No fim de lançou seu primeiro EP, Slow Wine. O segundo, em particular, foi um hit grande. Ofertas de grandes gravadoras vieram aos montes. Ela queria fazer as coisas à sua maneira. Seus clipes tinham cara de vídeos caseiros.

Seu figurino — chamativo, sexy e divertido — ela mesmo comprava. Ela, porém, assinou com a produtora e editora musical CANADA, que a colocou em contato com produtores renomados e aumentou o orçamento dos seus vídeos.

Para um show completo, o valor variava de 8 mil para 10 mil euros. Rosalia era uma artista mega profissional. Mas ela parecia se vestir sozinha, garimpando peças de brechós, dando toques de grifes e misturando tudo com fast fashion. O resultado era extremamente ousado mas ela podia ser aquela sua amiga fashion sem muito pudor e com desejo de se destacar.

No ano passado, Rosalia se confirmou como uma das artistas mais promissoras a nível mundial. Com El Mal Querer , virou um super nome na Espanha, uma queridinha das cool kids no mundo todo e uma figura amada pela crítica. Para , porém, queria ir mais longe: o estrelato mundial. E qual melhor maneira para isso do que dar o braço a torcer para o reggaeton?

O resultado foi um estrondoso sucesso global. Tem dado certo e ela tem feito vôos cada vez mais mais altos. No Grammy Latino, levou todas as principais estatuetas.

Os mais de 30 mil ingressos disponíveis acabaram em menos de 10 minutos. Depois de fincar seu espaço no mercado, Alba finalmente assinou contrato com uma grande gravadora após 3 anos analisando propostas.

A escolhida foi a Interscope. Ela parecia estar cada dia mais perto do sucesso mainstream. No começo de outubro, Bad Gyal anunciou uma turnê pela Espanha para o começo de Ainda se firmando, a artista optou por locais pequenos, entre e lugares.

Os mais de 9 mil ingressos disponíveis para as 8 datas esgotaram-se em uma semana, com um segundo show sendo adicionado em quase todas as cidades. Bad Gyal era oficialmente mainstream. Ela continuou dando entrevistas enquanto fuma baseados e falando, sem filtros, do que lhe der na telha. Rosalia, por sua vez, fez o press training completo. De certa maneira, ela virou a representante de seu país. De Almodovar a Inditex ao Alejandro Sanz, todas as instituições espanholas parecem depositar suas esperanças nela.

Sendo assim, a cantora é alérgica a polêmicas. Em contrapartida, usar pele animal fez com que ela fosse alvo de muitos ataques nas redes sociais, incluindo tweets com dezenas de milhares de favoritos. Mas, tirando essas controvérsias, Rosalia sabe se portar de modo que ela possa ser consumida e admirada por todos.

Bad Gyal é o oposto disso. Sem o peso de representar o país em suas costas nem grande interesse em ser unanimemente aceita, ela fala sobre o que ela quiser. Bad Gyal optou, como de costume, pela sinceridade. Enquanto Alba conquista a Espanha, Rosalia segue conquistando o planeta.

Graças a isso, a cantora ganhou mil seguidores em 2 dias e a foto que ela postou com Jenner também ultrapassou as 2 milhões de curtidas. Claro, la Rosalia. Em poucas semanas, a jovem cantora de Barcelona tinha formado laço com todos eles.

Rosalia, claro, era uma das grandes estrelas da noite. Como isso aconteceu? Desde o começo, Swift se mostrou enormemente capaz de surfar nas ondas do momento. Garotas jovens a amavam; amavam acompanhar sua vida e se identificavam com suas canções. Apesar de Swift ter conseguido se consolidar como a maior artista do seu país nativo, esses resultados colossais tinham se repetido em alguns poucos mercados. Mas, apesar dos bons resultados obtidos, o seu desempenho ainda era extremamente tímido no mais influente mercado internacional, a Europa.

O motivo? Nada mais justo do que Sheeran retribuir o favor. Finalmente, Swift parecia ter conquistado o título de mega-estrela global. Taylor e sua equipe também começaram a perder o controle que detinham sobre as pessoas do circulo da cantora. Rapidamente, colocaram-se panos quentes e, no fim das contas, o DJ apagou os tweets. Bush quase destruíram a carreira delas. Ser apolítica sempre foi um pilar na carreira de Taylor. Um ano mais tarde, porém, ela estava de volta a cena.

As coisas pareciam estar se alinhando perfeitamente para o retorno da cantora. No primeiro momento, com o vídeo do primeiro single cheio de auto-referências, parecia que Taylor de novo iria assumir o controle da narrativa. Mas algo diferente estava no ar: muitas das reações que mais viralizaram nas redes sociais demonstravam cansaço com a cantora e sua imagem.

De certa maneira, deu certo. E, apesar disso, a relevância cultural de Swift… evaporou. Sim, ela ainda lucra muitíssimo. E a sua fanbase dedicada — que compra o CD na primeira semana e ingressos para shows — ainda é maior do que de quase qualquer outro nos EUA. Mas, depois de uma trajetória de sucesso impressionante e quase nunca antes vista, ela finalmente estagnou.

Aonde ela pode ir? Um dos assuntos relacionados a cultura pop que mais tem bombado ultimamente nas redes sociais é a viabilidade da carreira internacional de Anitta. Se tem um país que ama desproporcionalmente divas pop, esse país é o Brasil.

No Reino Unido, o principal mercado internacional: 64; 47; E nós arranjamos: Anitta. Muitos consideram que gravar com Iggy é uma grande honra e pode abrir muitas portas para Anitta.

Até porque, dentre as duas, só uma delas é realmente bem sucedida. O Brasil tem um certo complexo de vira-lata em que nós achamos que o internacional é sempre superior. Nascida em Sidney, Amethyst Amelia Kelly cresceu apaixonada por hip-hop e, em , aos 16 anos, imigrou para os EUA onde começou a perseguir seu sonho de se tornar uma rapper e adotou o pseudônimo com o qual ficou conhecida. Iggy Azalea. Ela foi alçada a outro patamar quando, em , o muitíssimo bem-sucedido rapper T.

A equipe dela, que foi iludida pelo próprio hype , anunciou uma turnê por arenas na América do Norte — com 24 datas em locais enormes como o Barclay Center no Brooklyn; AmericanAirlines Arena em Miami e o Staples Center em L.

Rapidamente, ela perdeu o pouco apoio que ela tinha na comunidade hip-hop; o post compilando seus tweets racistas foi dividido mil vezes no Tumblr e a imprensa e as redes sociais começaram a se virar contra ela.

1 Comment

Leave a Comment

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google